Dermatologia Cirúrgica v1.0 2019-03-21T15:06:26-03:00

Dermatologia Cirúrgica

Marque sua Consulta

Confira os Tratamentos Cirúrgicos mais realizados em nossa Clínica

RETIRADA DE CISTOS, VERRUGAS E PINTAS

Os nevos, ou pintas, são lesões acastanhadas claras ou escuras que estão presentes no nascimento ou podem aparecer ao longo da vida; na maioria das vezes, são lesões benignas, mas muitas vezes podem sofrer transformações ou já nascerem como câncer de pele; apenas um exame clínico cuidadoso pode alertar para a necessidade de remoção de algum nevo que possa oferecer risco para a saúde. A retirada de cistos, nódulos e verrugas também deve ser avaliada por um profissional, que vai indicar o melhor tratamento.

ELETROCOAGULAÇÃO

A eletrocoagulação de lesões cutâneas é um procedimento cirúrgico muito utilizado pelos dermatologistas. Consiste na destruição de lesões com o uso do aparelho de eletrocoagulação. Este aparelho produz um faísca elétrica que destrói o tecido pela desidratação, ruptura e carbonização das células.

Procedimento indicado para tratamentos de verrugas virais, queratoses seborréicas, acrocórdons (verrugas), queratoses actínicas (pré-cancerígenas), carcinoma basocelular (câncer de pele não melanoma), algumas manchas comuns às peles negras, entre outros.

CURETAGEM

A curetagem é um dos procedimentos mais simples e rápidos em dermatologia. Uma raspagem para a remoção de lesões benignas da pele por um instrumento chamado “cureta”. A curetagem é usada, principalmente, para retirada de verrugas e do molusco contagioso.

Para o tratamento de lesões pequenas, na maioria das vezes não é necessário anestesia ou utiliza-se apenas cremes anestésicos aplicados com antecedência de 1 hora, pois o procedimento é rápido e realizado de um só golpe.

RETIRADA DE CÂNCER DE PELE BENIGNO OU MALIGNO

O tratamento do câncer de pele segue os mesmos princípios do tratamento de qualquer câncer. Devemos escolher sempre o melhor tratamento possível, que tenha a menor chance de recidiva e o melhor resultado.

A cirurgia é na maioria das vezes o melhor tratamento para o câncer de pele, tendo os melhores índices de cura com baixo risco de recidiva. A escolha por tratamentos não cirúrgicos deve ser feita quando o paciente não tiver condições médicas de fazer cirurgia.

Na cirurgia remove-se o tumor mais uma margem de segurança de pele sadia. Esta margem de segurança varia de acordo com o câncer a ser tratado.

A maioria das cirurgias pode ser feita em consultórios médicos ou clínicas especializadas. Se o tumor tiver risco elevado de disseminação, a cirurgia pode ser seguida por outros tratamentos, como radioterapia ou quimioterapia.

BIÓPSIA DE PELE

Biópsia é o procedimento cirúrgico no qual se colhe células ou um pequeno fragmento de tecido orgânico para serem posteriormente submetidos a estudo em laboratório, visando determinar a natureza e o grau da lesão estudada.

As biópsias da pele são geralmente feitas com anestésico local, que é injetado na região da lesão, com uma agulha fina. O paciente provavelmente sentirá apenas uma pequena picada e um pouco de ardor quando o medicamento é injetado, mas durante o procedimento não deve sentir nenhuma dor.

Faça Como Nossos Pacientes! Fique Por Dentro

Assine nossa Newsletter e receba todas as novidades.